CDS questiona ministro sobre generalização de limite de velocidade de 30 km em áreas urbanas
Sexta, 12 Janeiro 2018 19:37    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

30 km h

O CDS-PP vai questionar o ministro da Administração Interna sobre eventuais alterações aos limites de velocidade urbanos, considerando que "não faz sentido nenhum" fixá-los em 30 km por hora, o que favorece uma "caça à multa desenfreada".

"O Governo antes tinha uma ministra sempre a pensar e ponderar, que não reagia perante os acontecimentos, agora temos um ministro que reage sem pensar. O ministro reagiu com ideias que fazem algum sentido, como a verificação da capacidade de condução dos motociclistas, já as inspeções para motociclos fazem pouco sentido, e o limite de 30 km por hora não faz sentido nenhum", afirmou Telmo Correia.

O dirigente e deputado centrista referia-se a ideias avançadas pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, numa entrevista à Antena Um, que será transmitida na íntegra no sábado, na qual considera "absolutamente inaceitável" o elevado número de atropelamentos, sobretudo nas zonas urbanas, admitindo generalizar os limites de velocidade de 30km/h existentes em alguns bairros.

Segundo Eduardo Cabrita, o Governo quer tornar obrigatória a carta de condução para quem conduzir motociclos de 125 cm3 de cilindrada, mesmo que tenha já carta de automóvel, e vai repensar os mecanismos de inspeção das motas.

"Queremos ver o relatório e outros estudos e analisar com atenção estas matérias", disse Telmo Correia, que vai enviar um requerimento ao ministro, pedindo esclarecimentos e propondo um "método de discussão".

Para já, o dirigente centrista vê no alargamento do limite de 30 km por hora "maiores e mais complexos problemas no trânsito e uma caça à multa desenfreada".

"Já os 50 km hora, em todos os horários e generalizados com a presença de radares, servem de caça a multa, 30 km seria acabar de vez com a possibilidade de circulação", argumentou.

A Comissão Interministerial para a Segurança Rodoviária reúne-se hoje pela primeira vez, depois de ter sido criada em 2017 no âmbito do Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020), documento que inclui 108 medidas com o objetivo de reduzir em mais de metade o número de mortos nas estradas portuguesas até 2020.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projectos de Lei e Projectos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Lobo d'Ávila

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga