Incêndios: Cristas desafia Governo a recuperar empresa com 12,5 ME de prejuízos
Segunda, 28 Maio 2018 13:17    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

cristas pedrogao maioA presidente do CDS-PP desafiou hoje o primeiro-ministro, António Costa, a interessar-se pela recuperação de uma empresa de Pedrógão Grande que sofreu prejuízos de 12,5 milhões de euros no incêndio de 17 de junho de 2017.

Para Assunção Cristas, “é inadmissível que um ano depois” do fogo, que causou a morte de pelo menos 65 pessoas na região, este e outros casos de unidades produtivas “ainda não estejam resolvidos”.

No final de uma visita à Enerpellets, na freguesia da Graça, a líder centrista disse aos jornalistas que esta fábrica, que empregava cerca de 30 pessoas, está “há cinco meses sem resposta” das entidades do Estado às quais pediu apoio para poder avançar com a recuperação.

Com “doze milhões e meio de euros de investimento perdido”, a empresa “quer fazer um investimento de seis milhões de euros”, salientou, para considerar que se trata de “um mau exemplo” da ajuda do Estado à reabilitação das empresas atingidas pelo incêndio que eclodiu há 11 meses na povoação de Escalos Fundeiros, no município de Pedrógão Grande.

“É inacreditável, um ano depois”, sublinhou, no dia em que o primeiro-ministro, António Costa, visita durante a tarde o mesmo concelho, no distrito de Leiria, para uma reunião com a Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande (AVIPG), liderada por Nádia Piazza.

Assunção Cristas lançou “um desafio ao primeiro-ministro” para ajudar a desbloquear a situação da Enerpellets, parada desde a ocorrência da tragédia, e assim “contribuir para a própria dinâmica económica da região” afetada pelos incêndios de junho do ano passado, que ao longo de uma semana devastaram vários municípios vizinhos, nos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco.

Antes, a presidente do CDS-PP visitou a serração Progresso Castanheirense, no concelho de Castanheira de Pera, que foi destruída pelo mesmo incêndio, mas já está a laborar quase em pleno.

Na sua opinião, a firma, no lugar da Moita, tem cerca de 50 trabalhadores e constitui “um bom exemplo” de retoma da atividade com ajuda do Estado.

“Os apoios demoraram, mas chegaram”, salientou Assunção Cristas.

Pelo contrário, a Enerpellets está “há um ano parada por uma questão de interpretação das regras” em vigor, lamentou.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga