CDS-PP quer estabelecer requisitos para fixação de quotas no alojamento local
Quinta, 12 Julho 2018 15:06    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

alvaro c branco bancadaO grupo parlamentar do CDS-PP anunciou hoje a apresentação de três propostas de alteração no âmbito do processo legislativo sobre o regime jurídico do alojamento local, pretendendo estabelecer requisitos para a fixação de quotas por parte dos municípios.

“A zona geográfica a que o sistema se aplica; a percentagem da quota; o universo de imóveis a que se aplica a quota, por referência a dados oficiais verificáveis; o prazo de vigência do sistema, que não pode ser superior a dois anos, sem prejuízo da sua renovação; e o elenco de exceções ao sistema” são os critérios que os centristas querem que estejam definidos “obrigatoriamente” nos regulamentos municipais para que as Câmaras possam “estabelecer limites ou quotas de alojamento local para determinadas freguesias ou zonas de intervenção do respetivo município”.

Apesar de o CDS-PP ter avançado com três propostas - um aditamento ao seu próprio projeto de lei, um aditamento ao diploma do BE e uma alteração à iniciativa do PCP -, todas têm como principal objetivo a definição de “critérios claros e objetivos” para se poder limitar o alojamento local, não avançando com mais pormenores, nomeadamente a percentagem da quota.

“Qualquer imposição de quotas ou restrição ao exercício da atividade de alojamento local deve ser claro, inequívoco, objetivo, previamente conhecido, transparente, acessível, não discriminatório, justificado por uma razão de interesse geral e proporcionado a tal objetivo”, defendem os centristas nas três propostas apresentadas no âmbito do processo legislativo sobre o regime jurídico do alojamento local, a que a Lusa teve hoje acesso.

Para o CDS-PP, “as alterações previstas na presente lei ou qualquer regulamento municipal que venha a ser aprovado não podem, de qualquer forma, prejudicar os estabelecimentos de alojamento local já existentes e registados à data da sua entrada em vigor”.

Ainda relativamente aos requisitos para fixação de quotas por parte dos municípios, os centristas referem que devem ser aprovados “no prazo de 90 dias a contar da publicação da presente lei”.

 

História CDS

user4_pic

Conheça a história do Grupo parlamentar do CDS.

Parlamento Direto

bancada copy

Videos do Plenário, comissões e outras intervenções.

Iniciativas CDS

1 reuniao gp

Projetos de Lei e Projetos de Resolução apresentados pelo Grupo Parlamentar.

Deputados CDS

News image

Assunção Cristas

Círculo Eleitoral Leiria Presidente do CDS-PP

News image

Nuno Magalhães

Círculo Eleitoral Setúbal Presidente do Grupo Parlamentar Vice-Pres...

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Vic...

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Hélder Amaral

Círculo Eleitoral Viseu Vice-Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Teresa Caeiro

Círculo Eleitoral Faro Vice-Presidente da Assembleia da República

News image

António Carlos Monteiro

Círculo Eleitoral Aveiro Secretário da Mesa da Assembleia da Repúblic...

News image

Álvaro Castello-Branco

Círculo Eleitoral Porto

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Filipe Anacoreta Correia

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Ilda Araújo Novo

Círculo Eleitoral Viana do Castelo

News image

Isabel Galriça Neto

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

João Rebelo

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Patrícia Fonseca

Círculo Eleitoral Santarém

News image

Pedro Mota Soares

Círculo Eleitoral Porto

News image

Vânia Dias da Silva

Círculo Eleitoral Braga