Parlamento recomenda medidas para resolver atrasos nas pensões
Quinta, 12 Dezembro 2019 22:14    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

reformadosO parlamento recomendou hoje ao Governo que tome medidas para resolver os problemas dos atrasos no processamento das pensões, com a aprovação de projetos de resolução do PS, CDS, BE e PS.

O PS só votou a favor do texto do CDS e do seu próprio e absteve-se no do Bloco de Esquerda, mas a conjugação dos votos das restantes bancadas fez com que todos os projetos passassem. PSD e CDS abstiveram-se nas resoluções do BE e do PS.

O CDS-PP, indica que “o número de queixas por atrasos na atribuição de pensões triplicou em 2018, de acordo com dados da Provedoria de Justiça” e que, em média, “a espera dos contribuintes situa-se entre nove a 10 meses, mas há quem espere mais de um ano”.

“Em 2018, a Provedoria de Justiça recebeu 920 queixas de contribuintes devido a atrasos nos processos de atribuição de reformas, conforme. Este número representa quase o triplo das reclamações que se verificaram em 2017. Muitos destes cidadãos são pessoas que já deixaram de trabalhar e que aguardam sem qualquer rendimento o processamento da pensão que justamente o Estado já lhes reconheceu o direito”, lamenta o CDS-PP no seu projeto de resolução.

 

Leia na íntegra o Projeto de Resolução do CDS

Fonte: Lusa

 

Actualizado em ( Sexta, 13 Dezembro 2019 11:19 )
 

Deputados CDS

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto Presidente do Grupo Parlamentar

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga