CDS questiona autarquia de Sines sobre contrato com a APS para exploração de pedreira
Domingo, 01 Março 2020 19:52    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

joao goncalves pereiraNum requerimento dirigido à Câmara Municipal de Sines, o deputado do CDS João Gonçalves Pereira quer saber que estudos justificam a opção de expandir a exploração da pedreira perigosamente perto de zonas residenciais e escolas, ao invés de expandir para zonas mais isoladas, se a autarquia recebeu alguma verba antes da aprovação do contrato em Assembleia Municipal e se está previsto ou planeado por parte do Executivo algum plano de compensações para eventuais danos causados pela exploração da pedreira, caso a exploração avance nos moldes atualmente previstos.

A Câmara Municipal de Sines assinou recentemente um contrato com a APS - Administração do Porto de Sines para a exploração da pedreira da cidade.

O referido contrato foi confirmado em Assembleia Municipal Extraordinária no passado dia 27 de dezembro de 2019.

A exploração da pedreira visa remover material para a extensão do Terminal XXI e futuro terminal Vasco da Gama.

O CDS-PP, através da sua estrutura local, manifestou-se contra a exploração da pedreira nos moldes apresentados, devido à localização demasiado próxima de uma escola e de habitações, considerando ser premente a ponderação de uma alternativa menos danosa para a cidade, de modo a salvaguardar população e bens.

 

Deputados CDS

News image

Telmo Correia

Círculo Eleitoral Braga Presidente do Grupo Parlamentar  

News image

Ana Rita Bessa

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

Cecília Meireles

Círculo Eleitoral Porto  

News image

João Gonçalves Pereira

Círculo Eleitoral Lisboa

News image

João Pinho de Almeida

Círculo Eleitoral Aveiro